terça-feira, 17 de maio de 2016

Os Novos Moto G4 (2016)

A Lenovo apresentou ao mundo hoje (dia 17/05) a nova geração de aparelhos da Motorola da Linha Moto G, sendo chamados respectivamente, Moto G4 Play, Moto G4 e Moto G4 Plus.

Configurações do Moto G4 Play, Moto G4 e Moto G4 Plus (imagem retirada de ANDROIDPIT)

Nas minhas postagens eu procuro não debater as configurações dos aparelhos, procuro mais debater mais o que esperar dos produtos no mercado e seus possíveis concorrentes, acredito que reviews em vídeo no youtube ou artigos de alguém que utilizou o aparelho por alguns dias são mais enriquecedores do que os palpites de alguém que tem poucas chances de testar e ver o uso real do aparelho no dia-a-dia.

Vendo os aparelhos apresentados e alguns comentários na internet, muitos falaram que a Lenovo está complicando ainda mais a Linha Moto, já eu vejo simplesmente o contrário: a linha está se tornando mais enxuta. O primeiro ponto para constatar isso é o aparelho Moto G4 Play, que possui as configurações mais simples dos 3, e que aparentemente vai ser o aparelho que vai ficar no lugar da linha Moto E toda, pois com o aumento do dólar e o fim da lei do bem ficou muito fora de mão para as fabricantes terem aparelhos mais simples, por menos de R$ 600,00 e ter uma boa margem de lucro.

O segundo ponto é o Simples Moto G4, que possui boas configurações, a recarga rápida do Moto G turbo e a TV digital que é o recurso que muitos brasileiros adoram, basicamente os melhores recursos buscados em um intermediário em um único aparelho. E finalmente o Moto G4 plus, que o nome indica, é um Moto G4 para quem quer algo a mais, seja o desbloqueio por digital, ou por seu maior armazenamento internou ou pela sua câmera superior. Em muitos casos podemos ver que o aparelho herda muitos recursos e qualidades do Moto X Play, podendo ser até considerado um possível sucessor ou equivalente do aparelho.

Estes três aparelhos basicamente buscam 3 faixas de usuários que ano passado eram cerca de seis aparelhos (Duas variações do Moto E, Três do Moto G's e o Moto X Play). Mas ai fica um problema: E os topos de linha? Bem, pelo que alguns rumores apontam a Lenovo vai descontinuar o grupo X da Linha Moto, muito provavelmente a perda de força que o nome perdeu pela grande variedade de aparelhos que surgiu na faixa de preço, ao contrário da linha G que sempre era esperado variações dentro de seu conjunto. Alguns rumores apontam para o nome Moto Z, para reviver a marca Moto na faixa de preço premium.

Bem voltando aos 3 aparelhos, eles são bons na medida de suas faixas de preço (Possivelmente menos de 1000 no Play, 1299 no Normal e 1499 no Plus), eles até poderiam custar menos, mas se formos ver seus equivalentes do ano passado (G turbo para o G4 normal, os outros moto G3 para o G4 Play e X Play para o G4 Plus), eles dão continuidade ao preço de lançamentos destes aparelhos, claro que podemos questionar as perdas e ganhos de recursos, mas no geral a ideia é ganhar um pouco mais ou reduzir o máximo a perda de lucro por unidade causada pela alta do dólar e o fim das leis de incentivo. A Lenovo pode fazer isso, pois o nome da linha ainda é forte na cabeça do brasileiro, basicamente o "Golzinho" ou "Uninho" dos Smartphones.

Resumindo com o lançamento:
  • A Lenovo basicamente matou aparelhos mais simples da motorola, para focar mais em lucro por unidade do que volume de vendas;
  • Vai continuar usando o nome forte que a linha Moto tem no Brasil para ter bom preço de venda nos aparelhos;
  • Vai descontinuar a linha X para tentar criar outra linha premium com nome mais forte num futuro próximo;
  • Deixa em xeque em como vai usar a linha Vibe no Brasil e no mundo ocidental em si.